Quais doenças estão relacionadas à vida sedentária? Entenda

Uma vida sedentária prejudica seriamente a saúde de qualquer indivíduo. Muito se fala em doenças relacionadas ao sedentarismo, mas você sabe quais são elas? A CAJUBRASIL preparou esse conteúdo para deixar claro para você, Cajulover, quais são essas enfermidades e porque elas estão relacionadas ao sedentarismo.

Com tantas informações, às vezes fica difícil discernir o que de fato é um problema. Antes de começarmos a listar as 5 doenças que têm relação com o sedentarismo, primeiro, entenda o que é uma vida sedentária:

O que é sedentarismo? Entenda de forma breve!

O sedentarismo é entendido pela Organização Mundial da Saúde como a ausência de atividades físicas cotidianas. A organização recomenda que adultos dediquem de 150 a 300 minutos em atividades aeróbicas de pouca intensidade e de 75 a 150 minutos em exercícios de alta intensidade, conforme as diretrizes sobre atividade física e comportamento sedentário.

Essas recomendações foram realizadas porque estudos comprovam que, cada vez mais, o sedentarismo tem se relacionado à incidência de doenças.

Quais doenças estão relacionadas à vida sedentária? Saiba mais!

Aqui no blog da CAJUBRASIL, sempre frisamos a importância de uma vida ativa, quem é Cajulover leal sabe! Os exercícios físicos nos oferecem inúmeros benefícios físicos e mentais. Deixar de fazê-los e aliar isso a uma alimentação ruim, resulta em diversas doenças!

As principais enfermidades associadas são obesidade, diabetes tipo 2, hipertensão, depressão, ansiedade e osteoporose, que afetam não só o Brasil, mas muitas outras sociedades!

1. Obesidade tem forte relação com o sedentarismo!

A doença mais causada pelo sedentarismo é a obesidade, enfermidade relacionada ao acúmulo incomum e excessivo de gordura, o que compromete, principalmente. os órgãos de uma pessoa.

foto aérea de pés femininos em cima de uma balança

Com a correria do dia a dia e as facilitações dadas pelas tecnologias, nem sempre as atividades físicas são vistas como um compromisso e responsabilidade, não é? Mas isso é péssimo, porque agrava a chance da vida sedentária ganhar espaço na rotina de um indivíduo!

É necessário entender que a ausência de exercícios físicos combinada aos maus hábitos alimentares resulta em obesidade. O maior dos problemas é que esse resultado pode tomar dimensões severas, aumentando as probabilidades de outras doenças surgirem.

O pilates, inclusive, é uma ótima prática para sair da vida sedentária! Ele ajuda a tonificar os músculos, queimar gordura, melhora a flexibilidade e muito mais. Temos um conteúdo completo aqui no blog, confira!

2. Pessoas sedentárias podem desenvolver diabetes tipo 2

Uma das doenças relacionadas à vida sedentária é a diabetes tipo 2, na qual o pâncreas deixa de produzir uma quantidade necessária de insulina e passa a haver um acúmulo de glicose no sangue. Com uma rotina sem exercícios, o corpo não consegue equilibrar a produção e o consumo de insulina, tornando ainda mais difícil o controle do problema.

colher cheia de açucar e framboesa em cima

A prática de exercícios físicos regularmente diminui as chances de desenvolver diabetes e até mesmo reduz índices de quem já possui a doença. Por isso, inserir a atividade física na rotina é tão importante quanto o uso de medicamentos para conter os níveis de açúcar no sangue.

3. Uma vida sedentária afeta o coração e causa hipertensão

O sedentarismo afeta os níveis de colesterol, por isso, são consideradas pessoas predispostas a desenvolver hipertensão aquelas que não praticam exercícios físicos, principalmente se isso estiver combinado à má alimentação. O estilo de vida sedentário afeta o coração e eleva as chances de desenvolver doenças cardiovasculares.

É claro que a alimentação conta muito para reduzir a pressão arterial e amenizar enfermidades cardíacas, todavia, a atividade física é indispensável, uma vez que o corpo precisa de estímulos saudáveis para funcionar adequadamente. É preciso ter sempre em mente que a manutenção da saúde está associada aos hábitos que mantemos ao longo da vida, Cajulover!

4. O sedentarismo afeta a saúde mental

Não é novidade que praticar atividades físicas ajuda no bem-estar e contribui para a preservação da saúde mental, sendo assim, o sedentarismo é contrário a isso, dado que dificulta a produção de hormônios importantes. Não à toa, a prática de atividades físicas é uma das recomendações fundamentais para quem sofre de depressão e ansiedade.

mao feminina e masculina juntas

O sedentarismo, dentre muitos outros problemas, prejudica ainda a capacidade de sociabilização e causa estresse, os quais se tornam obstáculos para nosso dia a dia. Uma pessoa ansiosa em constante estado de descanso, por exemplo, não tem onde ou como liberar os altos níveis de estresse armazenados. Com exercícios físicos isso muda!

5. Doenças ósseas estão relacionadas ao sedentarismo

O estilo de vida sedentário está vinculado ao aparecimento ou piora de doenças articulares e ósseas, como osteoartrite e osteoporose. A inatividade física ocasiona baixo acionamento dos músculos e perda de massa óssea, o que torna pernas e braços mais fracos, agravando a capacidade motora e dificultando a prática de ações habituais, como a locomoção.

É fundamental lembrar, Cajulover, que os ossos são tecidos vivos e precisam também de estímulos para prevenir seu enfraquecimento! Os estímulos funcionam como incentivo para que eles continuem se desenvolvendo e trabalhando a favor do saúde física, por esse motivo, o quanto mais continuamente foram trabalhados, melhor para o corpo.

mulher sentada na cadeira segurando a lombar com as duas maos em sinal de dor

Agora que você já conhece as 5 doenças relacionadas à vida sedentária, que tal começar a praticar uma atividade física que você goste? No blog da CAJUBRASIL você encontra dicas para criar uma rotina mais saudável e muitos outros conteúdos super ricos e necessários para quem deseja melhorar a saúde, seja ela física ou mental!

Não deixe de conferir e inserir bons hábitos em seu dia a dia, até a próxima!

Deixe um comentário